le petit musée - sala 1/ le petit musée - room 1/

 

2016/

molduras/ frames/

dimensão variável/ variable dimension/

Le Petit Musée foi um projeto desenvolvido a partir de meses de pesquisa em um galpão no bairro de Bonsucesso, Rio de Janeiro/RJ, onde funciona uma fábrica de molduras, além de abrigar as sobras remanescentes de uma molduraria e de uma lojinha de museu. Caixas, sacolas, pacotes e pilhas de objetos, guardados há anos, foram remexidos e organizados de acordo com suas diferentes utilidades descartadas. Após o embate diário com essas imagens, propuseram-se três configurações diferentes para o material encontrado. Chamadas por “salas” e numeradas sequencialmente, as três diferentes exposições que foram apresentadas podiam ser vistas também como capítulos do mesmo livro ou títulos de uma mesma trilogia. 
A Sala 1 concentrou-se sobre as molduras que foram descartadas por seus donos, desde os anos 1970, e acumuladas por um moldureiro. Mais de mil molduras encontradas no referido depósito são apoiadas contra a parede e criam um corredor de passagem para o público. Diferentes tipos de madeira e modos de confecção criam novas composições geométricas. Sem seus recheios, ou seja, sem suas imagens centrais, as molduras acabam por emoldurar a si mesmas. 

Le Petit Musée was a project developed from months of research in a shed in the district of Bonsucesso, Rio de Janeiro/RJ, where a frame factory works, as well as housing the remaining remnants of a molding shop and a museum store. Boxes, bags, packs, and piles of objects, stored for years, were scrambled and organized according to their different discarded utilities. After the daily clash with these images, three different configurations were proposed for the material found. Called "rooms" and sequentially numbered, the three different exposures that were presented could also be seen as chapters of the same book or titles of a same trilogy.
Room 1 focused on the frames that were discarded by their owners since the 1970s, and accumulated by a frame maker. More than a thousand frames found in said warehouse are supported against the wall and create a corridor of passage for the public. Different types of wood and manufacturing modes create new geometric compositions. Without their fillings, that is, without their central images, the frames end up framing themselves.